Gérard Calandre - Vestígios (2012)
Brochura, em papel pólen bold 90gr, 62 pgs.
Formato: 20,5x14cm
Tiragem de 50 exemplares.
Tradução e prólogo de Nicolau Saião..

R$ 16,00 (+ 4,00 - registro módico)

Gérard André Loison Calandre nasceu em 1952 na Bretanha, França. Viveu em Itália, trabalhando e leccionando na cidade de Messina. De formação científica e amigo da philosophia, tem-se mantido afastado do mundo das Letras. Poeta e autor de artigos críticos e de textos sobre o seu ramo profissional. Visitou Portugal em 1992 e 1997. Após o falecimento de sua mulher foi viver para o Canadá francófono, entregue à sua tarefa própria de “laboreur au four”. Colaborou, entre outras, nas revistas “DiVersos” – dir. José Carlos Marques, “Bicicleta” – orientada por Manuel Almeida e Sousa, “Agulha Revista de Cultura” (Brasil) , “Abril em Maio” de Eduarda Dionísio, ”TriploV” de Maria Estela Guedes, etc.

Nicolau Saião (tradutor): Monforte do Alentejo (Portalegre) 1946. É poeta, publicista, actor-declamador e artista plástico. Reside no agregado populacional de Atalaião. Participou em mostras de Arte Postal em países como Espanha, França, Itália, Polónia, Brasil, Canadá, Estados Unidos e Austrália, além de ter exposto individual e colectivamente em lugares como Lisboa, Paris, Porto, Badajoz, Cáceres, Estremoz, Figueira da Foz, Almada, Tiblissi, Sevilha, etc. Em 1992 a Associação Portuguesa de Escritores atribuiu o prémio Revelação/Poesia ao seu livro “Os objectos inquietantes”. Autor ainda de “Assembleia geral” (1990), “Passagem de nível”, teatro (1992), “Flauta de Pan” (1998), “Os olhares perdidos” (2001), “O desejo dança na poeira do tempo”, “Escrita e o seu contrário” (a sair). No Brasil publicou “Olhares perdidos” (Escrituras, 2006), antologia organizada por Floriano Martins. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nephelibatas em movimento